Uma boa receita detox para depois das filhozes…

Salada Galway



Pode parecer estranho mas a primeira vez que provei uma salada grega, não foi na Grécia, mas sim na Irlanda. Mais propriamente em Galway, pequena cidade da costa Oeste. Importante porto na época das rotas marítimas, a meio caminho entre os países do Norte da Europa e Portugal e Espanha, actualmente porto de abrigo de artistas, intelectuais, jovens de espirito rebelde em passeio pelo mundo e surfistas de águas frias. Tudo resumido a uma rua principal, pedonal, quatro ou cinco ruelas, uma mão cheia de bares tradicionais, três ou quatro lojas originais, alguns restaurantes de perder a cabeça. E um hotel de sonho, o G. Tudo isto à beira do Atlântico, a escassos minutos de uma costa selvagem de pequenas enseadas e penhascos imponentes, por onde andou o poeta W. B. Yeats de caneta em punho e imaginação à solta a escrever as poesias que lhe valeram um nobel em 1923.

 

Fui para a Irlanda perfeitamente convencida que ia rumo ao país da chuva eterna e do céu macambúzio. Mas tudo muda e a Irlanda não é excepção. Pelo menos na Costa Oeste por onde andei, dizem os locais que cada dia tem quatro estações. E eu comprovei. Acordar com chuva, não quer dizer que à hora de almoço não esteja um sol radioso, o que também não quer dizer que ao lanche não esteja novamente de gabardine e à noite não vá jantar de t-shirt. Confuso? Ideal para quem não goste de rotinas.

Está agora explicado porque fui para Galway a pensar que iria passar os dias a comer guisados irlandeses e chocolate quente e acabei a almoçar em esplanadas a comer saladas e a beber cervejas geladas. Esta, a grega, ficou a ser das minhas saladas favoritas. Óptima para um detox depois das rabanadas e das filhozes do Natal…

IMG_6265

 

Para 4 pessoas

  • 1 alface
  • 4 tomates maduros
  • 1 embalagem de queijo feta
  • 2 colheres de sopa de azeitonas pretas
  • azeite
  • vinagre balsâmico
  • sal

Numa taça ou saladeira coloque a alface já lavada e cortada aos pedaços. Junte o tomate e o queijo feta, ambos cortados aos cubinhos. Adicione as azeitonas e tempere com o azeite, o vinagre bâlsamico e o sal. Mexa bem

Receita do livro Pelo Mundo Com os Tachos

NImpr_Pelo mundo com os tachos-1

 

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *