Casa da Moira… porque Portugal é lindo

 

Sempre que escrevo sobre destinos  longínquos e paragens exóticas, recebo logo vários comentários de leitores a exaltarem as belezas de Portugal e a questionarem-me porque é que vou para fora quando temos tanta coisa bonita cá dentro.

E eu concordo. Concordo que temos um país lindo, maravilhoso e onde adoro regressar. Aliás, costumo dizer que quanto mais viajo para fora, mais tenho a perfeita certeza que Portugal é o país mais bonito do mundo. E adoro conhecê-lo. E sempre que tenho oportunidade, não desperdiço um fim-de-semana, prolongado ou não, para uma escapadinha.

Isto tudo para dizer que conheci há pouco tempo um novo spot assim para lá de fantástico. Fica na bonita vila de Avis, no Alentejo, lá para os lados de Estremoz e surge da remodelação de uma casa nobre  do séc. XVII. (Só de ver as fotos já dá vontade de fazer as malas e sem data para voltar, não é?)

 

 

Do alto da muralha medieval de Avis, a Casa da Moira deleita-nos com uma vista infinita de Alentejo que se estende até à serra de Portalegre.  Tem um alpendre maravilhoso para tardes de Verão e sunsets do outro mundo. Tem salas lindas, com lareiras e cantos de leitura. Tem uns quartos do mais acolhedor possivel e uma cozinha com uma mesa magnífica onde apetece perdermo-nos horas à conversa entre um tinto e uns petiscos.

 

 

E ainda por cima os proprietários, um casal de lisboetas que já trata o Alentejo por tu, têm uma boa onda indescritível. Sabem receber como ninguém e fazem-nos sentir logo em casa.

O Alentejo é sem dúvida um mundo de coisas boas e a Casa da Moira é mais uma delas…

 

 

O sítio ideal para uns dias fantásticos de  enchidos caseiros, migas, açordas, sopa de cação, carne do alguidar, cozido de grão … Vinhos vivos e frescos, vinhos suaves e intensos. Queijos e doces. Com muitas histórias, dizeres e costumes. Com noites de cantares e acordeões.

 

 

E eu que vim de lá, só estou com vontade de voltar…

Espreitem aqui que vale muito a pena: Casa da Moira

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *