Ceviche de robalo

Eu sei que o ceviche está na moda, de repente qualquer restaurante que se preze lá tem a sua especialidade de ceviche. A cevicheria do Kiko Martins, no Principe Real, está sempre à pinha, mas para mim ceviche é uma iguaria que já vem de há uns dez anos atrás, quando a provei pela primeira vez num “chiringuito” na praia de Zapallar na costa chilena. A acompanhar um pisco sour maravilhoso.

Voltei a comer ceviche só passado uns anos num jantar em Maputo, cozinhado por uns amigos peruanos.

E foram precisos mais alguns anos para voltar a provar um maravilhoso ceviche no restaurante Qusco, ao pé da Casa dos Bicos, em Lisboa.

Já fui à cevicheria e gostei muito, mas para mim o melhor dos melhores é mesmo o do Este Oeste, no CCB. Pelo menos até ontem, quando lancei as mãos à obra e fiz um maravilhoso ceviche de robalo para um jantar de amigos. Foi aprovado por unanimidade 😉

Eu servi como prato principal, com uma salada de folhas verdes e umas tostinhas, mas podem servir também como entrada.

FullSizeRender-5

Muito simples, aqui fica a receita, as quantidades foram  para 6 pessoas:

  • 1 quilo de filetes de robalo, sem pele, nem espinhas
  • 1 cebola rocha
  • 1 mão cheia de coentros
  • seis limas
  • sal
  • pimenta preta
  • malagueta a gosto

Comecei por cortar os filetes em pedaços de cerca de 1 centímetro, cortei a cebola roxa à tiras, espremi o sumo das seis limas, a malagueta picada e misturei tudo, polvilhei de sal, pimenta preta e de coentros e pus a marinada no frigorifico durante 4 horas.

Ficou maravilhoso.

 

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *