E lá vou eu ter com os meus miúdos

Parto este Domingo para Moçambique para visitar os meus meninos. Vou andar por Maputo, Marracuene, Beira, Alto da Manga. Ver como cresceram, ouvir-lhes os sonhos, os projectos, as angústias. Tentar dar-lhes um bocadinho de colinho, alegrar-me com as suas conquistas. Rever caras antigas, constatar como muitos deles já estão mais altos do que eu. E ficar feliz com isso.

 

 

Confesso que quando lancei a Associção Padrinhos de Portugal em 2002 nunca imaginei que aqui chegasse. Já lá vão 16 anos e mais de 600 crianças apoiadas diariamente. Crianças órfãs que passaram a ter comida no prato, escola, possibilidade de sonhar e de vir a concretizar os seus sonhos.

 

 

Olho para trás e continuo a ficar admirada com o caminho percorrido e com tanto alcançado.  Orgulho. Muito. Nos padrinhos que fizeram com um sonho se tornasse realidade, nas equipas locais que trabalham diariamente para que estas crianças tenham  um presente cor de rosa e sejam o futuro de Moçambique. E orgulho nos meus miúdos que lutam para inverter o rumo que lhes traçaram à nascença.

 

Até já.

Para quem quiser mais informações sobre os Padrinhos de Portugal veja aqui:

Já ouviram falar dos Padrinhos de Portugal?

ou aqui:

É tão bom receber mensagens bonitas

ou aqui:

Blog Padrinhos de Portugal

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *