Uma receita muito fresca para um dia de Verão…

Salada à la Espanholita
Pode parecer pelo nome que comi esta salada em Espanha, mas a verdade é que provei esta salada na Turquia e esta salada não era esta. Fácil de perceber? Traduzindo: provei uma salada parecida com esta numas férias passadas num veleiro no sul da Turquia e sobre as quais já aqui falei. Foi primorosamente elaborada por uma das amigas que estavam comigo, espanhola de nacionalidade, mas muito portuguesa de coração.

Estávamos nós à espera de umas tapas, tortilhas ou calamares e não é que a moça resolveu surpreender-nos com uma salada de atum com gomos de laranja. Confesso que foi um almoço delicioso. Ao sabor do mar, acompanhado com um vinho branco gelado, depois de duas horas dentro de água a aproveitar os 32 graus do Mediterrâneo.

Chegada a Portugal, e como gosto de inventar, não descansei enquanto não recriei a salada da Fátima, mais conhecida por “a Espanholita”; em vez de alface, pus feijão e espinafres, em vez de laranja aos gomos, o sumo destas; muito sumo de preferência que o sabor da fruta é para se sentir. Resultado final? Quase divinal, pois faltava o mar de fundo e a água tépida a acompanhar. Salvou-se o copo de branco fresco.

4 pessoas

  • 800 gramas de espinafres frescos
  • 1 lata de feijão encarnado (420 gramas)
  • 3 latas de atum
  • sumo de 2 laranjas
  • sal

Não há truques nem segredos, basta misturar os espinafres, o feijão e o atum e temperar com o sumo de laranja, sal e misturar bem. Simples e muito saboroso.