Tapisco – entre Portugal e Espanha

Fui esta semana experimentar o novo restaurante do chef “Estrela Michelin” Henrique Sá Pessoa. Chama-se Tapisco e abriu recentemente ali quase a chegar ao Jardim do Principe Real.

 

 

Uma sala sobre o comprido, vinte e poucos lugares sentados, um balcão corrido com bancos altos, paredes de azulejo, uma cozinha aberta. Tudo a lembrar as cervejarias antigas, mesmo no cheiro que às vezes vem do fogão.

O sítio está giro, com pinta, um serviço simpático e eficiente, com o único senão de não fazerem reservas.

 

 

Quanto à carta, a ideia foi fazer um mix entre as tapas espanholas e os petiscos portugueses. Há ovos rotos e paella negra, mas também há La Bomba de Lisboa. Há patatas bravas mas também há açorda de gambas, salada de polvo,  choco frito com maionese de coentros, bacalhau à lagareiro e amêijoas à Bulhão Pato.

Na noite que por lá passei provei o “pan com tomate”, um clássico da cozinha espanhola, acompanhado de um jamon ibérico do melhor.  Continuei com um tártaro de atum com abacate e ovas wasabi que para mim só pecou por estar um pouco morno.  Passei para uns ovos rotos com paletilla ibérica que estavam bons mas nada do outro mundo, continuei com uma presa de porco ibérico que não me encheu as medidas, a carne era boa, mas nada de novo. A salada de legumes grelhados com salsa romanesca estava sim uma delicia. Mas a estrela do jantar foi sem dúvida o estufado de lentilhas com embutidos ibéricos que estava maravilhoso.

 

 

Para beber não provámos os vermutes, que são a bebida must da casa, mas assim lá ficamos com um pretexto para voltar 😉

 

 

FullSizeRender_4

 

Conclusão da história, gostei muito do espaço, do ambiente, a comida cumpre mas não surpreende. Os produtos são bons, mas falta um rasgo de criatividade.

Por último um conselho: vá cedo ou com muita paciência para esperar.

Mais informações na Zomato

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *