Amelia

 

Confesso que não sou muito fã de sítios que abrem e ficam na moda como se fossem a última Coca Cola no deserto. Odeio restaurantes que funcionam por turnos e olho com uma certa incredualidade para tantos sítios novos que se tornaram alvo de romaria a servirem ovos com abacate em cima de tostas e panquecas cheias de chantilly e morangos. Isto só porque se apregoam vegans, glutens frees e espalham uns flamingos e abacaxis no meio de uma decoração cool.

Foi por isso que lá fui com alguma relutância conhecer o Amélia em Campo de Ourique.

 

 

Já alertada para as filas quilométricas que se juntam a sua porta desde a abertura, escolhi um dia da semana, a hora de almoço e em período em que metade do país está a banhos.
Mas a outra metade mesmo assim ficou cá para ir almoçar ao Amélia.
Pelo menos foi o que me pareceu quando lá cheguei às 12.30 e estava à pinha. Uma fila enorme e à porta é uma menina de bloco de notas em punho a assentar o nome dos  clientes por hora de chegada.

Valha nos deus que o mundo está louco. Campo de Ourique tem dezenas de restaurantes com boa comida, bom ar, bons preços, porque esta paranóia com o Amélia?
Ok o espaço está giro, altamente instamagravel, ir lá e não ter uma contita aberta no Instagram tira metade da piada à visita.

 

 

A comida? Mais bonita do que saborosa a meu ver.

 

 

A minha amiga pediu uns ovos escalfados com tosta com tomate e espinafres que estavam bons, mas não tinham filamentos de ouro.
Eu comi um arroz encarnado com frango, ovos e uma dúzia de outros ingredientes que também estava bom, principalmente quando lhe adicionei sal e pimenta preta para animar um bocado.

 

Aliás uma das particularidades da ementa é que cada prato tem uma dúzia de ingredientes exaustivamente listados, alguns até resultando numas combinações um bocadinho estranhas como arroz com batata doce… (só se for para ir cavar a seguir…). Mas pronto como é glúten free já é permitido.

 

 

Estive cerca de 45 minutos à espera de mesa, fiquei na esplanada onde fazem falta umas ventoinhas, e o atendimento foi mais que lento… (há um aviso em cada mesa já a desculparem se se houver atraso no serviço mas as refeições são todas feitas ao momento.).

Enfim concluindo, o espaço está muito giro, a comida é boa, não é caro… mas não é a última coca cola do deserto…

Tags:
Deixe um Comentário

<%-- Viagens --%> Blogs do Ano - Nomeado Viagens