O Asiático

Gosto de ver Lisboa assim, moderna, cosmopolita, a arriscar, a dar o salto em frente. Gosto de ir jantar fora e descobrir que cada vez há mais restaurantes cheios de pinta, com sabores diferentes, gente gira.

 

 

Espaços que podiam estar em Nova Iorque, Miami, Londres. Chefes novos que arriscam, que não têm medo de inovar como o Chef Kiko que não me conquistou à primeira com o seu Talho, mas tem consguido que me renda, primeiro com a Cevicheria, agora com este Asiático.

 

 

E que bem que se está por lá, ali no Principe Real, hipicentro da movida, um hall cheio de fotos das sua viagens, um bar simpático no primeiro nada, uma sala linda no rés -do-chão com um jardim que fará as delicias nas noites quentes.

 

 

A cozinha à vista, um serviço simpático, atencioso, que não nos faz esperar e que nos explica cada prato ao pormenor. E se explicações são necessárias… combinações improvávies, nomes de ingredientes que de nunca se ouviu falar, mas sabores que prometem ficar na memória por muito tempo e bom.

 

 

Fomos a 4 e logo nos avisaram que a ideia é partilhar. 4/5 pratos para quatro é o aconselhável.

Numa escolha um bocado um dó li tá – a verdade é que parece tudo óptimo – lá começámos por umas ostras maravilha. Isto dito mesmo por um dos quatro que não gosta de ostras 😉

 

asiatico 24

 

Estas no fundo são umas conchas de ostras recheadas com espuma de ostras, tártaro de novilho, pêra Nashi e alga Nori crocante. Excelente e com uma apresentação magnifica. Aliás como todos os pratos que nos servem ou a que deitamos o olho pelas mesas à volta.

 

 

Seguiu se um ceviche do Laos cinco estrelas: atum, coco, citronela e lima kafir. O molho era tão bom que dava vontade de pôr num copo e beber por palhinha até à última gota 😉

 

FullSizeRender

 

Com duas obras primas de entrada, as vieiras que se seguiram estavam boas mas nada do outro mundo: vieiras marinadas, pêras, avelas, codlum e molho tozasu.

 

asiatico 15

 

Por último, o prato menos conseguido da noite: um tataki de espadarte rosa com texturas e beterraba, sésamo e gengibre que estava demasiado cozinhado.

 

asiatico 12

 

Ficaram muitos pratos por provar, não conseguimos espreitar as sobremesas, embora pareçam todas deliciosas.

 

Único senão: num país em que há tão bons vinhos e a preços tão razoáveis, porquê uma carta onde não se apresentam garrafas a menos de 20/ 30 euros?

Reserva (mais que) obrigatória.

Mais informações na Zomato.

 

Tags:
Deixe um Comentário