Pica Miolos

Num destes últimos fins de semana fui conhecer o novo restaurante do Corpo Santo, em Lisboa, dedicada à cozinha alentejana E confesso que há muito tempo que não abria uma ementa e pensava cá para mim: vou acabar a comer uma sopa.

 

 

 

Eu que não sou nada esquisita, fiquei de olhos esbugalhados com tal ementa. Ora vejamos: pétalas de toucinho, cabeça de borrego, mão de vaca com grão, orelha de porco grelhada, costeletas de coelho fritas, miolos de borrego panados e por aí fora. Tudo comida a que apelido de “cabeludos

 

Acompanhada do F. e 5 amigos lá resolvemos fazer uma vaquinha de pratos que agradassem à maioria. Por sugestão do empregado -super simpático por sinal – resolvemos pedir 4 entradas e 3 pratos principais. E não é que estava tudo surpreedentemente maravilhoso? Mas mesmo tão bom que acho que irei lá várias vezes.

 

Começámos por pedir uns rebuçados de cação com molho tártaro que para mim foi o prato mais vulgar – bocadinhos de peixe frito com molho -, uns corações de alcachofra que estavam divinais, uns miolos de borrego panados que como é óbvio não provei e um picapau de ventrécula – uma parte da vaca – que estava delicioso.

De pratos principais provámos a açorda de fraca – não conhecia mas é uma espécie de galinha alentejana – que apesar de um pouco aguada estava boa, umas bochechas de porco preto que acho que foram as melhores que comi até hoje e um porco preto grelhado com migas que até para mim que não sou fã de migas, estava divinal.

 

Como podem ver fiquei fã.

Para além da comida, tem ainda vinhos nacionais a preços simpáticos, uma decoração gira e um serviço híper simpático.

Mais informações em     

Picamiolos Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags:
Deixe um Comentário

<%-- Viagens --%> Blogs do Ano - Nomeado Viagens