Sushi Factory

 

 

Adoro conhecer sitios novos e escrever bem sobre eles. Não que me paguem para isso, mas esta sendo a consequência natural de ter tido uma boa experiência. Infelizmente os últimos sítios por onde tenho andado as coisas não têm corrido lá muito bem.

A última foi ontem no Sushi Factory, restaurante japonês no Lx Factory. Já há que tempos que andava para ir lá, adoro sushi, gosto imenso do LX Factory e já tinha ouvido falar bem do sushi deste restaurante.

Pois é, mas  a verdade é que não gostei mesmo nada. E se eu não goste, o F. então até chegou a ficar mal disposto.

Primeiro: começámos por pedir o menu de almoço, 15 euros mais coisa menos coisa, e trazem para a mesa o que o chef escolher. É um menú “All You Can Eat” mas lá por isso não havia necessidade de trazer para a mesa logo tanta quantidade de comida. Que tal irem trazendo aos poucos? Nem quero imaginar o que fazem com as sobras. Reciclam? Vão para o lixo? É que nenhuma destas opções me agrada, sinceramente.

 

 

Segundo: Há mesmo necessidade de tantas das peças serem fritas? Se eu quisesse comer fritos não ia um restaurante japonês. Eu sei que assim que se agrada a muitos gregos e troianos que acham que gostam de sushi mas no fundo gostam é de óleo. O que não é o meu caso.

 

 

Terceiro: Nunca ouviram coisas tão em voga com “keep it simples”? “Less is more”? Porque é que não há praticamente nenhuma pecinha de sushi que não traga molho, compota, queijo creme, fruta etc? Compota? A sério? Mesmo? De Morango, responderam-me.

 

 

Eu sei que há um sushi de fusão ( e o que eu gosto da Confraria meu Deus), eu sei que a criatividade não tem limites, mas realmente o que me pareceu é que o sushi do Sushi Factory parecia uma feira popular. Só faltava mesmo o cheirinho a farturas.

Enfim, para terminar, o F. ficou tão mal disposto com os fritos e as monhangas que o último prato já ficou praticamente intacto.

Fiquei com pena. Não gosto de dizer mal, e acima de tudo não gosto de comer mal.

Ainda por cima no fim com bebida e cafés ficou cerca de 20 euros por pessoa. Com tanto buffet de sushi razoável pela cidade, não há necessidade.

Tags:
Deixe um Comentário