Pela costa Sul do Sri Lanka

Como temos bicho carpinteiro, no segundo dia resolvemos ir dar uma volta por algumas praias da costa Sul.

Não antes sem um pequeno almoço digno de reis no Amanwella. Acordar assim é outra coisa.

 

 

A primeira praia que fomos conhecer foi a Medaketiya uma zona com vários lodges e restaurantes de praia. A desilusão foi imensa, a areia muito suja, o mar escuro, muita gente,  turistas, pescadores, barcos, muito cimento, muitas espreguiçadeiras de plástico, muito restaurante de abarracado.

 

img_9969

 

Tão depressa chegámos como partimos, desta vez rumo à praia de Tangalle, uma baía bonita já com água azul turquesa e areia branca e apenas dois restaurantes. Pena de um dos lados ter um hotel em ruínas.

 

img_9776

 

Aproveitamos para dar um mergulho e beber uma cerveja gelada antes de nos pormos ao caminho rumo à praia de Goyambokka, esta última sem dúvida a minha preferida – depois da praia paradisiaca do Amanwella, obviamente.

 

 

É uma baía muito bonita, com um lodge de cabaninhas, um mar fantástico e trê restaurantezinhos simples mas onde se pode comer caril de camarão, peixe, etc…

 

fullsizerender_2

 

Acabámos por ficar lá o tempo para uns mergulhos e um almoço à beira-mar.

Depois de almoço, nova viagem de tuk tuk para uma praia que não cheguei a saber o nome, mas que fica depois da praia do Amanwella. Um areal imenso, muitos barcos de pesca e praticamente deserta.

 

 

Foi aqui que num repente apanhámos a nossa primeira tempestade tropical, uma grande chuvada, que nos obrigou a abrigarmo -nos debaixo de uma cabaninha na companhia de um moçoilo local que nos ajudou a passar o tempo relantado num inglês macarrónico como conseguiu se salvar no tsunami de 2004.

 

 

Quando a chuva amainou lá seguimos estrada fora, pelo meio do verde até à estrada principal onde apanhámos o tuk tuk de volta para o hotel.

 

 

 

Para o último jantar,  resolvemos sair do conforto do nosso lodge maravilhoso e aventurarmos-nos num restaurante muito caseiro. Fica à beira da estrada, junto ao acesso à praia de Goyambokka, não tem nome, entra-se pela mercearia e tem apenas duas mesas no alpendre.

 

 

É propriedade de um casal muito simpático que depois de nos servirem, acabam por se sentar à mesa connosco à conversa. O inglês deixa um pouco a desejar, mas a boa vontade e a simpatia superam a falta de vocabulário.

O menú esse não podia ser mais típico. Para entrada uma soberba Gotu Kola Kenda, uma espécie de sopa de centelha asiática com mil uma ervas e especiarias, que torna esta uma bebida bastante nutritiva e com várias propriedades energéticas e nutritivas.

 

 

Acima de tudo maravilhosa.

Como prato principal provamos um fantástico Kothu Roti, o prato de “street food” do país.  É Roti (um tipo de pão local, estilo panqueca, cortado aos pedaços e misturado com carne ou camarões, ovos, vegetais e muitas especiarias. Posso parecer uma grande salganhada mas é realmente bom. Acompanhamos com umas Lion geladinhas e uma boa conversa.

Que belo jantar de despedida. Amanhã será o nosso último dia neste país verde de gente de sorriso aberto.

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *