Olivier Avenida

 

E agora que a tempestade já passou. Há tempo para falar de outras coisas sem ser só fraldas e bebés, que esse apesar de ser uma grande parte do meu mundo, nos dias de hoj, não tem exclusividade.

Numa noite das últimas semanas foi conhecer o Olivier Avenida. Eu sei que meio mundo já foi, já falou, já teceu elogios quilométricos mas eu ainda não tinha tido oportunidade de ir.

Gostei do espaço, sofisticado, sem cair no “à armar”, o bar da entrada simpático, os tons em bege em cinza. Pena algumas das mesas estarem demasiado próximas umas das outras e a minha, especialmente, estar mesmo por baixo de um grande quadro com uma caveira pintada. Pessoalmente não gosta de caveiras e não acho que sejam boa companhia para jantar. Mas isso sou eu.

A fauna é composta por casais de amigos de meia idade, homens de negócios angolanos, familias angolanas, uma ou outra figura pública e meia dúzia de meninas a tentar a sua sorte.

Em relação ao jantar propriamente dito, pedimos de entrada uns enroladinhos de alheira com grelos e ovo de codorniz que estavam deliciosos e uns croquetes de mozarella e espinafres com molho de tomate seco que também estavam divinais.

Seguiu se para mim um magret de pato com redução de vinho do Porto, que para o meu gosto estava demasiado adocicado, acompanhado de um esparregado muito, muito bom.

O F. escolheu um bife à Olivier acompanhado de um puré com trufas – eu só o cheiro…ui….  . Não provei o bife mas o F. apesar de dizer que estava bom, disse logo que estava muito salgado e para estar muito salgado para o F., para mim estaria incomestivel.

image_6 image_2

Não somos grandes fãs de doces por isso ficámo nos por cafés à laia de sobremesa.

No âmbito geral gostei, é bonito, mas não fiquei fã, nem irei de certeza voltar. O preço é bastante alto e acho que em termos gerais não vale esse valor.

Fiquei com curiosidade sim de experimentar o brunch, ao fim de semana, que tem fama de ser um dos melhores de Lisboa.

 

2 comentários

  1. Olá!
    Concordo!
    Já visitei o original Olivier na rua do Alecrim (não sei ao certo o nome) e que entretanto mudou para este, penso. E nessa visita realmente gostei bastante do jantar, foi caríssimo, mas para um jantar daquele tipo na altura agradou-me, para fazer dessa experiência única.
    Mais tarde fui ao Guilty e gostei da comida, mas não se justifica que para comer hamburguéres se cobrem aqueles preços, para além de que o ambiente também não me agradou.
    Já fui também ao Honra, mas esse não me agradou de todo! Comida típica…com nada de diferente para o preço que se paga! Para além de um atendimento fraco e com uma RP altamente elitista! Enfim…experimenta-se uma vez e não se volta 🙂 Vale pela experiência . Cumprimentos!:)

    • gostei muito do primeiro olivier, no bairro alto, e o da rua do alecrim tb tinha um menu de desgustação bem bom.

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *