San Pedro… a meca mochileira do Lago Atitlán

Quase colado a San Juan, fica San Pedro de La Laguna. Tao perto quanto tão diferente.
San Pedro é desde há dez anos meca dos mochileiros no Lago de Atitlán.
A pequena vila começou por ser descoberta pelos jovens israelitas em viagem pós servico militar obrigatório, fascinados segundo dizem, pela qualidade da sua marijuana.
Apaixonados pelo local, muitos resolveram fazer desta uma paragem permanente e lançaram-se a criar hostels e restaurantes – onde há menús escritos em hebraico e pratos como húmus e falafel.

 

 

Hoje em dia nem só de jovens israelitas vive San Pedro, mas de  jovens e menos jovens amantes de um estilo de vida “easy going”. Vêem-se muitos hippies de velha guarda, com todo o ar que viveram o Maio de 68, perderam-se em Woodstock e não recuperaram desde então, jovens em viagem solitária pelo mundo em busca de si próprios ou da melhor erva, trintões que deixaram Wall Street por umas semanas para virem ” brincar” aos freaks.

 

 

No meio de tudo isto, entre bares, hostels e terraços em madeira com vista para o lago, os locais das tribos Maias vão- se cruzando na rua com os forasteiros, como se nem os vissem, imperturbáveis.

Gostava de lhes perguntar se é mesmo assim, se convivem tão bem na sua terra com estes novos vizinhos, ou se gostariam de voltar aos dias antigos, em que não tinham ninguém a quem vender colares e pulseiras mas também não tinham a música a bombar até as quinhentas, nem meninas a passarem-se  de bikini mini-shorts e pulseiras nos tornozelos.
Mas não consigo perguntar nada porque a maioria dos verdadeiros locais nem espanhol fala, apenas dialecto.

 

 

Está- se bem por San Pedro, enquanto o barco não chega, aproveitamos para matar o calor forte com uma cerveja gelada no bar junto ao ancoradouro. No rádio tocam os Beatles, com o seu Lucy and Sky and Diamonds.  Nao me recordo de uma música que pudesse ser mais adequada para o contexto 😉

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios têm *.


Preencha o CAPTCHA *