A entrada perfeita para um dia de férias de Verão

 

Turquia

Há uns anos fui duas semanas para a Turquia com a minha amiga Andrea. Foram dias de muitas gargalhadas, de muito queijo feta e azeitonas, de muito vinho branco gelado em “roof tops” virados sobre o Bósforo. Foram dias de muito sol, de muita mesquita, de muito bazar.

Depois de Istambul, descemos de carro pela costa, os cabelos ao vento e a música aos altos berros, quase a roçar uma Thelma and Louise dos tempos modernos. Eramos jovens, era o início do Verão e a palavra de ordem era “aproveitar”.

Assentámos arraiais em Turkbuku, uma pequena vila no fim da costa do mar Egeu, considerada uma das novas Saint-Tropez. Muitos milionários, muitos hotéis de charme, muitos veleiros, muitos restaurantes à luz das velas, muitos vestidos diáfanos em noites cálidas.

E muitos mexilhões. Frescos. Apenas com limão. A saber a mar. Tão simples, tão delicioso. Como esses dias do início de um Verão que se quis e foi quente.

4 pessoas

1 quilo de mexilhões frescos

2 limões

Comece por retirar as “barbas” que estão agarradas aos mexilhões; se as puxar no sentido da união das duas cascas, rasgam-se e normalmente sai a maior parte delas. Rejeite os que estão partidos. De seguida lave os em água corrente e deixe escorrer.

Coloque os mexilhões numa chapa de grelhar e comece com lume forte; quando a água que sai dos mexilhões começar a ferver, baixe o lume para meio gás; deixe assim até estarem todos bem abertos, de cor alaranjada e de contornos bem formados. Pode demorar entre 7 a 10 minutos consoante a quantidade de mexilhões na chapa. Rejeite os que não abriram ou que permanecem com textura pouco consistente.

Estão prontos a servir e só ficam a ganhar os comensais que abusarem do sumo de limão.





 

 

Tags:
Deixe um Comentário

<%-- Viagens --%> Blogs do Ano - Nomeado Viagens